União estável – Do “crush” ao “namorido(a)” e seus efeitos.

União estável – Do “crush” ao “namorido(a)” e seus efeitos.

No início do relacionamento viver é tudo, nada mais importa. Sente-se neste momento o aconchego, o carinho, e a felicidade em contemplar o belo e o novo. Não há espaço para questões jurídicas ou patrimoniais.   Então a relação começa a se desenvolver, a convivência é pública, o casal...
Leia Mais

DIVÓRCIO - Como posso fazer?

DIVÓRCIO - Como posso fazer?

De repente do riso fez-se o pranto, da calma fez-se o vento, do amigo próximo o distante. De repente não mais que de repente...     Vinícius de Moraes foi casado nove vezes. Uma vez fisgado pela paixão, vivia com toda intensidade; vivia a eternidade de...
Leia Mais

Divórcio - O que é meu, o que é seu, o que é nosso?

Divórcio - O que é meu, o que é seu, o que é nosso?

Quando Freud revelou ao mundo a “descoberta” do inconsciente, fundando a psicanálise, o pensamento contemporâneo ocidental tomou outro rumo. A consideração do inconsciente revelou um outro sujeito, um “sujeito de desejo”. Diante disso, é preciso entender...
Leia Mais

MULTIPARENTALIDADE – O amor que se multiplica.

MULTIPARENTALIDADE – O amor que se multiplica.

Ao olharmos o retrato das famílias atuais poderemos nos deparar com algumas situações interessantes: aquele que parece ser o pai é o padrasto, aquela que parece ser mãe é madrasta, ainda, podemos conhecer famílias formadas por duas mães e um pai ou por dois pais que cuidam de um mesmo filho.    A...
Leia Mais

Abandono dos filhos e indenização - que tipo de legado você deseja deixar?

Abandono dos filhos e indenização - que tipo de legado você deseja deixar?

 Todos n�s s� compreendemos o sentido de algo a partir dos conceitos que temos no mundo, sendo os pais, pe�a fundamental para o desenvolvimento desses sentidos, tai quais: solidariedade, trabalho, responsabilidade, �tica, respeito, afeto, entre outros. Hoje, o afeto �...
Leia Mais

DIVÓRCIO – Os filhos não são brinquedos!

DIVÓRCIO – Os filhos não são brinquedos!

 Já dizia o velho saber popular que nesta vida não se pode passar sem “escrever um livro, plantar uma árvore e ter um filho”.   E quando o “véu da paixão já não reveste os defeitos recíprocos”, os corações partidos muitas vezes esquecem que os filhos...
Leia Mais

Ricarte Advocacia
Podemo te ajudar?